Tags

, , , , , ,

Durante a consulta com o ginecologista, se a noiva já não faz uso de métodos anticoncepcionais, é imprescindível que um seja eleito para a vida de casada caso não queiram filhos por enquanto. Para a tranqüilidade e segurança do casal e para o melhor planejamento do futuro!

Muitos casais já se casam querendo constituir família em breve, mas muitos fatores devem ser levados em consideração antes que seja decidido! Esperar uns 2 anos ou mais para que se aproveite e se acostume com a vida de casados, na minha opinião, é bem válido… Ainda mais se forem como nós: jovens e em fase de crescimento profissional!

Como esta escolha de anticoncepcionais faz parte da organização do casamento de muitas mulheres, resolvi expor as elucidações do site de Gineco que diz que existem métodos anticoncepcionais muito eficientes, razoavelmente eficientes e pouco eficientes.

Os métodos estão listados de acordo com o grau de eficiência.

Muito eficientes                                                Eficientes                                 Pouco eficientes

Pílula
índice de falha 0,1%
Pílula do dia seguinte
Contracepção de emergência
índice de falha 5 a 20%
Espermaticida
índice de falha 20%
Injeção Anticoncepcional
índice de falha 0,1%
Camisinha
índice de falha 8 a 20%
Método do muco
índice de falha 10 a 20%
DIU
índice de falha 0,1%
Diafragma
índice de falha 8 a 20%
Tabelinha
índice de falha 10 a 20%
VasectomiaLigadura de trompas/ Laqueadura tubária
índice de falha 1%
Camisinha feminina
índice de falha 8 a 20%
Coito Interrompido
índice de falha 15 a 20%
Não fazer sexo
índice de falha 0%
Anticoncepção de emergência
índice de falha 05 a 20%
Aborto
índice de falha 15 a 20%
Implante
índice de falha 0,0%
Anel Vaginal
índice de falha 0,1%
Adesivo anticoncepcional
índice de falha 0,1%

Detalhe: quanto maior a experiência do casal em um determinado método, maior a segurança. Estatísticas mostram que casais que usam determinado método por mais de dois anos aumentam muito a segurança do método.

Portanto, pesquisem e decidam com segurança, diálogo com o noivo e com o ginecologista! Depois de feita a decisão fique atenta às modificações e adaptações do método! Pois em casos de efeitos colaterais é necessária troca do método juntamente com o médico!

Boa sorte a todas!

♥♥♥

Anúncios